O Specialty Training no Reino Unido são os anos finais para você conseguir o título de especialista que vai permitir que você trabalhe como Consultant, o nível mais alto na prática clínica no UK. A duração do Specialty Training vai depender da especialidade, e se o progama de treinamento é Coupled, Uncoupled, ou se você irá seguir a rota para se tornar um General Practioner (GP).  A diferença entre essas está basicamente na necessidade de realizar o Core Training o que vai determinar em parte a duração do treinamento. 

Image result for GP training UK NHS

O termo Uncoupled Specialties  se refere as especialidades que requerem que você realize anteriormente o Core Training (algo equivalente às residências de Clinica Médica e Cirurgia Geral no Brasil). O treinamento de especialista destas especialidades iniciam-se no ST3 porque o CT1/2 são equivalentes aos seus ST1/2. Em geral são “residências” mais longas, com um total de 5-7 anos até o último ano do specialty training (ST7-8). Estas especialidades são:  

Retirado do site da Brittish Medical Association 

Já as Uncoupled Specialties são aquelas que não exigem pré-requisito a ser realizado após o FY2 (equivalentes à especialidades de acesso direto) possuindo um progama de treinamento Run-through training. Com essas especialidades você não irá precisar realizar o CT, entrando diretamento no ST1. Para nós brasileiros, isso na prática significa que você pode precisar de um curriculo um pouco melhor se quiser uma especialidade mais concorrida (i.e, Oftalmologia). Isso acontece porque você não tem os 2 anos do CT para melhorar o seu currículo, e irá competir nas entrevistas logo após o seu FY2, (seu primeiro emprego provavelmente). Na prática, é possível que você precise ficar mais de um ano em um emprego nível SHO/FY2/Clinical Fellow para conseguir se aproximar das especificidades de curriculo necessárias. São estas especialidades:

Retirado do site do Brittish Medical Journal 

Aplicação e Concorrência

Você podera aplicar para os empregos nível Specialty Training (Registrar) quando você se tornar elegível, terminando o Core Training (nas coupled specialties) ou o FY2 (nas uncoupled specialties). A aplicação para os empregos se dará atráves da página do NHS Jobs.

Para ser aceito nestes empregos o processo de seleção se dá por entrevistas e seleção curricular. Cada especialidade possui pré-requisitos desejados e ideais para o ingresso no specialty training. Esses pré-requisitos (p.ex: pesquisa na aréa, apresentação de projetos na aréa) estão disponíveis nas páginas dos Royal Colleges de cada especialidades. Existem três fatores que irão determinar a dificuldade para você ingressar em um treinamento como registrar:

  1. Concorrência
  2. Se você está aplicando no Round 1 ou no Round 2
  3. Seu currículo

Com relação à concorrência é interessante que você de uma olhada nas competition ratios de anos anteriores para ter uma ideia de quão dificil seria conseguir entrar naquela especialidade. Por exemplo, sempre sobram muitas vagas para GP, CT em Medicine (Clínica), ST1 de Histopatologia e Psiquiatria. Por outro lado, Cardiologia, Gastrohepato, Neurocirurgia, Cirurgia Cardiovascular, Dermatologia, são especialidades muito concorridas. 

Quanto aos Rounds, se você for um IMG aplicando no Round 2, situação de 95% dos brasileiros, você irá aplicar para as vagas restantes. Isso porque só podemos aplicar para as vagas que não foram preenchidas por médicos britânicos no Round 1. Para as especialidades menos concorridas, isso significa que você talvez não consiga uma vaga exatamente no local que você queria. Para as especialidades mais concorridas, isso significa que você não consigará uma vaga de forma alguma se não houver vagas restantes para o Round 2 (como é o caso da Cardiologia, Dermatologia em muitos anos, e outras). Felizmente, isso não é um impedimento absoluto. Em outra página discutirei essa questão e de que formas podemos conseguir aplicar para o Round 1. 

Com relação ao curriculo, um curriculo desejável envolve realização de estágios, participação de eventos, realização de cursos, apresentação de trabalhos em congressos. Apresentações orais, artigos publicados em revistas são muito bem vistas. Ter uma residência no Brasil, ou anos de experiência trabalhando em emergência, pode não te dar a oportunidade de trabalhar como especialista mas conta como atributos para o seu curriculo na hora da entrevista. 

Salário

O salário de um registrar no UK não é muito maior que durante o CT. Além disso, esse salário estará estacionado por um período longo de 5-6 anos para que você consiga finalmente alcançar o posto de Consultant, onde o salário aumenta em quase 50% para um mínimo de £70.000/ano. Abaixo segue o valor do salário anual para este nível:

Sendo um Registrar em um hospital no UK 

Durante o Specialty Training você irá adquirir o título de um dos Registrar’s de uma determinada aréa naquela unidade, sendo durante os últimos anos como Senior Registrar. Basicamente, o Registrar é em muitos casos o médico mais avançado na hierarquia presente em um hospital. Muitas vezes o Consultant só está presente na hora do Ward Round (a visita de enfermaria), ou disponível por telefone caso ocorra alguma complicação mais grave. O Registrar se torna assim a referência para os médicos mais júniors que ele (foundation doctors e SHO’s). 

Eu costumo dizer que não é possivel comparar diretamente o Specialty Training com a residência no Brasil. Em alguns pontos essa diferença é nitida, como quanto ao salário não é tão baixo quanto no Brasil. Com essa faixa de salário já dá pra viver uma vida muito confortável, onde você esterá recebendo mais que a maioria da população britânica. 

A maior diferença na minha opnião se refere aos benefícios no mercado de trabalho que você recebe com o título de especialista, e a razão pela qual eu não acredito que para se tornar um especialista no UK o período seja excessivamente longo. Ao final do seu ano como sênior registrar você irá receber seu título de especialista e poderá aplicar para os empregos do nível Consultant, que possuem uma demanda muito alta. Lembre-se que nem todos os médicos no Reino Unido optam por seguir a via para se tornar um consultant, então se você chegou até esse nível haverão muitas oportunidades de emprego pra você.

No Brasil, é comum você terminar a residência e se deparar sem muitas oportunidades no mercado de trabalho, onde você terá que conquistar a confiança para entrar em alguma equipe, ou para abrir um consultório e conseguir uma renda satisfatória com essas consultas. No UK como Consutant você trabalhará em hospitais com um salário quase 50% maior do que como Registrar, sendo na verdade o salário médio de um consultant £100.000/ano. 

Escolhendo a sua especialidade

Finalizando, a escolha da especialidade deve levar em conta muitos aspectos além da sua escolha pessoal. Na minha opnião, o momento ideal para essa decisão final é após já estar trabalhanado no NHS, e você puder ter contato com a prática daquela especialidade no UK. 

Isso porque ser Cardiologista no UK não é a mesma coisa quer ser Cardiologista no UK., por exemplo. Você pode tentar buscar ao máximo informações na internet, e pretendo reunir aqui no futuro informações sobre cada especialidade. Mas isso não é capaz de substituir o conhecimento de perto, sabendo exatamente o que cada especialidade irá te trazer em termos de mercado de trabalho, retorno financeiro e recompensa pessoal. 

Acredito que o ideal seja ter somente uma ideia do que você quer, uma especialidade cirurgica ou clinica, ou se você vai fazer uma especialidade de acesso direto ou para se tornar um GP, e deixar a decisão final para depois. Com base nisso, você pode tentar estabelecer uma estratégia pra que tipos de emprego você irá aplicar 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.