GP – General Practitioner. São os médicos generalistas, base do sistema de sáude britânico, o NHS. Algo como o médico de USF no Brasil, talvez em condições de estrutura ideais para os nossos padrões. Para se tornar um GP após o FY2 você realiza somente 3 anos , GP1-3 até finalizar o treinamento, o que é até 3 vezes menos do que você precisa para se tornar um cardiologista. Como GP você atenderá adultos, crianças e acompanhamento ginecológico. As consultas são através de marcações ou das drop-in clinics. Estas, as vezes atendem coisas que no Brasil são atendidas na emergência (as fichas verdes: cistites, IVAS, quadros infecciosos simples, etc.). Esses profissionais em geral tem uma demanda de trabalho grande, ainda que em menor complexidade. 

OBS: O salário inicial de um GP é por volta de £60.000/ano. O que ocorre é que os GPs podem abrir seus próprios consultórios, e atendem em forma de parceria com o NHS. Isso faz deles donos dos próprios serviços, o que pode aumentar muito o salário pra £100.000/ano ou até mais. Leia mais: https://www.dailymail.co.uk/health/article-5219389/Group-200-NHS-super-GPs-make-200-000-year.html