O IELTS (International English Language Testing) corresponde ao teste de idioma validado por Cambridge para comprovação de proficiência em inglês, e representava  inicialmente a única opção para aqueles interessados em revalidar o diploma. Enquanto o sistema americano utiliza o TOEFL para as validações acadêmicas, o Reino Unido utilizava o IELTS como forma de comprovar se o seu inglês é bom o suficiente para manter a prática médica neste país. Felizmente (considerando o nível de dificuldade e a cobrança um tanto quanto injusta do IELTS, principalmente no Writing) podemos hoje fazer uso de outra opção que é o OET (Occupational English Test). Para fins de organização nesta página irei tratar somente do IELTS, incluindo meu relato pessoal, e em outro momento separarei uma página somente para o OET. 

O primeiro passo

Para aqueles que possuem o passaporte europeu a prova de proficiência da língua é o único teste que precisa ser realizado, antes de prosseguir diretamente para a solicitação do registro médico britânico com o GMC (General Medical Council). Para aqueles que não possuem cidadania europeia, a prova de proficiência é o pré-requisito para conseguir sequer iniciar a revalidação e marcar a sua prova do PLAB1. Na realidade, sem alcançar a nota necessária você não conseguirá nem ter acesso às datas disponíveis para o PLAB1.

Sendo portanto uma condição para prosseguir e marcar a data para o PLAB1, não conseguir a nota do IELTS poderá atrasar o seu processo de revalidação e não é incomum ter que repetir a prova ao menos uma vez por conta da dificuldade em alcançar as notas necessárias. Essa informação pode parecer desanimadora, mas pessoalmente eu acredito que com o estudo necessário é sim possível passar no IELTS em uma primeira tentativa. Entender bem a prova é essencial, e se você acredita que precisa de um tempo maior de preparação, tendo cautela e marcando a prova após um período de estudo compatível com o seu inglês prévio é o suficiente para que você passe nesse teste.

A prova

O IELTS (uma prova que custa a bagatela de U$370) irá testar o seu nível de entendimento da língua em 4 aspectos básicos: SPEAKING, LISTENING, READING e WRITING. Cada uma destas partes são realizadas separadamente, e para cada habilidade especifica você receberá uma nota que vai de 0 a 9, e a média destas notas representará o seu overall score. Para o GMC, os médicos que querem revalidar precisam de um overall score mínimo de 7.5, sendo a nota mínima em cada quesito um escore de 7. 

Posteriormente irei falar especificamente sobre cada parte da prova, mas gostaria de iniciar falando sobre esta nota e em que a prova se torna difícil. Conseguir essa nota overall score não é difícil, pois se você conseguir garantir ume escore maior nas áreas em que você tem facilidade sua média irá aumentar. O problema em geral está na nota mínima de 7.0 no Writing, que representa um desafio para a maior parte dos estrangeiros. Abaixo vou explicar o formato de cada uma destas partes da prova e os desafios mais importantes de cada fase. 

O SPEAKING geralmente é realizado em uma data prévia à realização das provas escritas que envolvem as outras 3 habilidades. No dia dia marcado, um(a) examinador(a) irá realizar uma especie de entrevista/prova oral para testar o seu nível de conversação. A prova é divida em diferentes fases, onde o examinador irá testar a sua habilidade de descrever, conversar, contar estórias além de avaliar se você hesita muito ao falar, se o seu sotaque é fácil de entender e outros aspectos. No início você deve se apresentar, falar um pouco sobre a cidade onde você fora e a sua profissão. Posteriormente você deve responder a algumas perguntas sobre um determinado assunto (televisão, personagens, etc) com maior detalhe, em uma conversa que envolve você e o examinador. A terceira e última fase envolve uma espécie de monólogo seu, onde você receberá um tema, um tempo para pensar sobre o assunto, e deve falar sobre o mesmo por 90 segundos. Em geral o examinador irá fazer algumas perguntas, mas essa última fase testa a sua capacidade de desenvolver uma linha de pensamento em outra língua, utilizar tempos verbais diferentes, etc. Como falarei posteriormente, acredito que a chave para essa fase seja criar uma forma sistemática de realizar esta fase da prova, e existem métodos disponíveis na internet para isso. 

Naturalmente grande parte da prova envolve a sua desenvoltura e a sua fluência na língua, e no Youtube é possível encontrar videos demonstrando o nível de inglês que corresponderia a cada nota, como se pode observar no video abaixo. É muito pessoal definir o nível de dificuldade da prova já que depende tanto da sua experiência prévia com o inglês, e na internet é fácil encontrar videos exemplificando como ocorre a prova e vídeos com dicas sobre a prova que possam te dar uma idéia melhor de como é o nível de cobrança do teste.

 

A primeira prova a se realizar no segundo dia é o LISTENING é uma prova em que você deve ouvir um áudio reproduzido na sala do centro aplicador da prova e baseando-se neste responder a 40 quesitos divididos em questões de múltipla escolha, verdadeiro ou falso e outros, em um tempo total de 30 minutos. O sotaque apresentado no áudio não necessariamente corresponde ao inglês britânico, mas podendo apresentar também inglês de indianos, australianos, ainda que estes sejam menos comuns.

Estas 40 questões evoluem progressivamente em nível de dificuldade, de questões bem fáceis a relativamente difíceis. A primeira parte da prova é simples e direta, e você escreve palavras que você deve identificar, que em geral são bastante distinguíveis. A medida que a prova vai avançando e fica mais difícil, você precisa interpretar as informações e ao mesmo tempo transcrever para uma resposta no formato requisitado pela prova. As ultimas 5-10 questões da prova são as mais difíceis e requerem além de interpretação de texto identificar pegadinhas, onde o áudio te induz ao erro de certa forma. A dificuldade é somente em ouvir, escrever ao mesmo tempo, e não perder o timing para ouvir a resposta do quesito seguinte. A medida que você vai treinando você vai aprendendo como a prova funciona, e identificar essas pegadinhas é mais fácil. Por isso é importante praticar bastante com o material disponível. 

Exemplo de teste do Listening. Para treinar para este tipo de teste você pode acompanhar o audio como se estivesse realizando a prova de verdade, e checando as respostas no final.

READING, na minha opinião a parte mais fácil da prova, apresenta uma série de textos e questões subsequentes sobre o conteúdo destes. Sendo a leitura geralmente a parte do inglês que nós estrangeiros dominamos primeiramente, a prova não trás nenhuma surpresa e conseguir a nota mínima de 7.0 não é difícil. Na maior parte dos casos você não precisa ler o texto antes de responder as questões, já que passando rápido o olho no texto você identifica as palavras-chave facilmente. Por essa razão ser capaz de ler com uma certa rapidez é importante, para permitir que você realize quando necessário um rápido skimming do texto para procurar a resposta que você queira. Ainda assim, mesmo que você domine bem a leitura, é importante não subestimar a prova porque existem algumas pegadinhas e nuances (principalmente uma parte da prova que requer que você diferencie entre verdadeiro, falso e NOT GIVEN) que virão somente com a pratica. 

Image result for ielts reading true false

Para finalizar a prova você precisa realizar o WRITING, a parte mais difícil da prova segundo a grande maioria daqueles que a prestam. Nesta fase você tem 60 minutos para realizar duas TASKS. Na Task 1 você precisa descrever objetivamente, pontuando e comparando os pontos mais importantes de um mapa, um gráfico, tabela ou diagrama. A técnica que você usa para todas essas é semelhante, mas algumas particularidades para cada formato existem e é isso que você irá praticar no seu tempo de estudo. Nesta fase você precisa treinar sua habilidade de descrever números e dados, comparar estas informações e destacar aquilo que é mais importante. A primeira fase corresponde a parte mais simples e curta do Writing, e vale somente 1/3 da nota total do writing. Isso não quer dizer que o foco do seu estudo deva ser somente na tarefa seguinte. Acredito que dominar a Task 1 muito bem é essencial, para que você tenha alguma folga para a tarefa seguinte que de fato é mais complicada.

Image result for task 1 ielts

Na Task 2 do Writing você deve escrever uma espécie de dissertação (semelhante as cobradas nos vestibulares no Brasil) sobre um determinado assunto (economia, saúde, cultura, sociedade, meio ambiente). Além de ser um pouco mais extensa, o que torna o tempo um dos desafios dessa parte da prova, escrever sobre um assunto que não envolve a medicina pode ser um pouco fora do que estamos acostumados, tantos anos depois de nos acostumarmos a escrever sobre temas médicos. Assim como todo o resto da prova, é importante treinar bastante esta fase e seguir algum dos métodos disponíveis que apresento abaixo. Você deve se preparar para escrever sobre qualquer assunto, mesmo que você não domine muito bem aquela questão. Não é possível que você dependa de receber de presente uma task pedindo para que você fale sobre um assunto que você domine bem e tenha muitos argumentos para falar sobre. É mais importante a forma como você escreve do que o conteúdo do seu texto de fato, e é bastante possível adquirir essa habilidade treinando.

Superficialmente falando, acredito que treinar realizando um mínimo de 10-15 essays para que você fique habituado com os diferentes tipos de texto que recorrentemente aparecem na prova seja uma boa forma de treinar. A medida que você for estudando você perceberá que a prova é formada por um grupo de 4 ou 5 tipos de texto: advantages x disadvantages; opnion; comparison; discuss both views and give your opinon e outros. É uma boa saída aprender a realizar um teste em qualquer um desses formatos, e eu segui as recomendações do IELTS ADVANTAGE (vide abaixo em recomendação de estudo).

Tipo do teste

O IELTS possui dois tipos de prova, o IELTS ACADEMIC e o IELTS GENERAL TRAINING. Para a revalidação do diploma você deve fazer naturalmente realizar o Academic, que difere do General Training que é uma prova feita para um estrangeiro interessando em testar o seu nível de inglês. É importante também que 2 entidades realizam a prova do IELTS, sendo uma delas associada ao consulado que é o IELTS UKVI. Na prática a prova é literalmente a mesma, só que o IELTS UKVI é aplicado em menos lugares, e custa algo em torno de R$50,00 a mais por estar associado ao consulado britânico.

Para se inscrever no PLAB1 não faz diferença em qual das duas entidades você realizou a prova, porém posteriormente você irá precisar do IELTS UKVI para solicitar o seu visto na fase final do processo. Na minha opinião vale a pena você realizar o IELTS UKVI desde o começo para poupar que você precise repetir a prova no momento de solicitação do visto. Você pode se perguntar “Porquê alguém faria uma prova que não servirá no futuro para o visto?” e a resposta é que em geral a única razão que leva as pessoas a não realizarem o IELTS UKVI logo seria a disponibilidade de datas. Talvez a data que você quer ou precisa não está disponível para o IELTS UKVI. E isso faz sentido pois, para o GMC e para marcar o PLAB1 você precisa de uma nota overall mínima de 7.5 com um mínimo de 7.0 em cada banda. Para a solicitação do visto a nota requerida é muito menor, somente 4.5! Portanto, repetir a prova posteriormente com intuito exclusivo de aplicar para o visto apesar de ser financeiramente redundante seria bem mais fácil.

Recomendação de estudo

Existem diversos materiais de estudo disponíveis na internet, e existem diversas páginas maiores que esta focadas somente na preparação para o IELTS. A maioria desses métodos são baseados no modelo oficial da prova, que está disponível no formato dos livros oficias disponíveis para compra. Além de materiais na internet algumas pessoas optam por pagar por professores particulares, que podem oferecer um auxílio em questões como o Speaking, ou realizando correção de essays.

Dentre os diversos sites disponíveis, posso opinar sobre aqueles que eu usei pessoalmente. Grande parte do meu estudo, e que me deu um excelente entedimento sobre a prova foi o IELTS Advantage (https://www.ieltsadvantage.com/) que possui basicamente tudo o que você precisa para a prova. Dar uma boa lida nessa página irá ser muito útil caso você esteja prestado a prova, e eu acredito que o método disponível é eficiente e você não precisa pagar para ter acesso ao conteúdo.Se necessário, você pode complementar com o site e canal do youtube IELTS LIZ (http://ieltsliz.com/), um dos sites mais famosos na aréa.

Especificamente para o Speaking eu utilizei o método do E2 IELTS que está disponível no Youtube. Para ser sincero eu esperava uma nota maior no dia da minha prova, mas acredito que o meu desempenho abaixo do espero foi 100% responsabilidade minha e não da estrutura oferecida por esse canal.

Especificamente sobre o Reading, fora as recomendações que existem nos sites acima, acredito que ler livros em inglês no seu cotidiano é a dica mais importante que eu posso trazer. Principalmente se você está planejando revalidar para o Reino Unido no futuro a médio prazo, voce terá tempo de ler uma série de livros caso seja do seu interesse. Esta prática irá te dar informações sobre coisas que podem ser muito úteis, além de te colocar em contato com vocabulário, frases corriqueiramente utilizadas, formas de formas frases e como utilizar palavras em diferentes contextos. O beneficio disso é tão grande, e com certeza te ajudará no Reading mas também em outras áreas de forma indireta, como no Speaking. Mesmo para aqueles que já realizaram o IELTS, o hábito de ler livros em inglês pode te trazer benefícios difíceis de estimar objetivamente, e pretendo falar sobre isso em outra ocasião.

Tempo necessário de estudo e conclusão

Isso vai depender muito da sua base de ingles. Se você já tem um nível bom de inglês e já é fluente (como grande parte das pessoas que planejam revalidar a curto/médio prazo), por volta de 6-8 semanas está suficiente. Na minha experiencia 4-6 semanas de estudo intenso já é suficiente para cobrir o que você precisa pra conseguir a nota. Porém, acredito ser muito complicado definir exatamente quanto tempo você precisará para estudar, pois cada um entende melhor quais são suas deficiências com a língua.

O mais importante é você sentar e estruturar bem as áreas onde você precisa focar o seu estudo, definir um tempo suficiente para se preparar para estas e seguir um cronograma de estudo. É melhor separar um tempo hábil para a prova, do que se apressar e ter que refazer a prova novamente para conseguir a nota necessária. Acredito que a prática, que vai te levar a reconhecer bem os padrões, é a parte mais importante para essa prova que ainda assusta muitas pessoas que estão programando a revalidação.

De fato, o IELTS provavelmente corresponde a parte mais difícil da revalidação médica e pode ser o que vai definir o tempo total do seu processo de revalidação. É importante lembrar que, por mais difícil que pareça ser, hoje em dia temos uma grande biblioteca de materiais disponíveis na internet, e com o estudo necessário alcançar essa nota é bastante possível sim. Além disso, acredito que nós brasileiros temos uma base muito boa de inglês. Enquanto realizava meu curso de preparação para o PLAB2 ouvia dos organizadores que em geral os brasileiros se saem muito bem por conta do inglês, e acho que muitas vezes o que dificulta a prova é a ansiedade e não a falta de competência técnica. Portanto ter confiança e se preparar bem já te deixará mais do que preparado para essa prova que não deve ser nenhum bicho de sete cabeças.

Boa sorte a todos e qualquer dúvida podem perguntar nos comentários abaixo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.