O PLAB2 corresponde a prova prática e última fase do processo de revalidação médica para o Reino Unido para aqueles que não possuem passaporte europeu. Após realizar esta prova, você estará apto para realizar a inscrição no GMC e iniciar o processo de aplicação para empregos. Abaixo eu tento detalhar o processo com um pouco da minha experiência pessoal.

Originalmente eu havia feito esta postagem com um grau maior de detalhe. No entanto, de acordo com orientações do GMC, como médico posso ser penalizado caso divulgue detalhes das provas que já não estejam disponíveis no site oficial. De qualquer forma, acredito que a experiência pessoal e a perspectiva de alguém que já realizou a prova pode servir de ajuda para aqueles que estejam em preparação para realizar a prova

Modelo da prova

O modelo da prova envolve a realização de simulações/role playing. No dia do PLAB 2 você encontrara 18 estações praticas com temas corriqueiros da prática médica, onde você deve interpretar o médico e como seria a sua conduta naquela determinada situação. No dia da prova você estará no centro com outras 17 pessoas, e durante a prova após finalizar uma estação você passa para a porta seguinte no momento em que outro candidato sairá desta sala, e assim sucessivamente você passa por todas as estações. A ordem é definida aleatoriamente, após você receber um número associado para você que corresponderá a sua primeira estação. Você tera 3 horas para realizar estas estações, com um período de 2 minutos para ler as instruções de cada estação na porta da mesma e um total de 8 minutos para realizar a tarefa. Do total de 18 estações, duas são estações de descanso onde você poderá descansar, comer algum dos biscoitos providos pelo GMC ou se necessário ir ao banheiro.

Image result for osce test

Muitos dos medicos que formaram no Brasil tem experiencia com esse tipo de atividade pratica, principalmente aqueles vindo de universidades com laboratórios de habilidades, ou aquelas com modelo prático que adotam o uso de “OSCE”. Mesmo em universidades públicas , é muito comum a realização de atividades práticas organizadas por ligas académicas. Então acredito que, com a preparação adequada, esse modelo de prova não seja surpresa para nenhum de nós.

Image result for osce test room
Modelo semelhante como ocorre no dia da prova do PLAB2. Você conversa com um ator, que em geral é bem treinado e possui características congruentes com o caso apresentado, enquanto é avaliado pelo examinador. Em certas ocasiões o examinador pode se direcionar a você, mas no geral este fica somente realizando anotações.

Preço e Inscrição

O PLAB2 é o último passo para a revalidação de diploma para o Reino Unido para aqueles medicos que não possuem cidadania europeia, com um custo para inscrição de £860. A prova é realizada praticamente todos os dias do ano, com um total de 40 candidatos por dia (20 em cada turno).

Uma vez que você realizar o PLAB1, no dia da liberação do resultado, imediatamente as datas disponíveis para o PLAB2 estarão visíveis para aqueles que passarem na prova. Dessa forma, no dia da liberação do resultado do PLAB1 centenas de pessoas realizam a marcação para o PLAB2 ao mesmo tempo, e rapidamente as vagas para as datas mais próximas são preenchidas. Fiz a marcação da minha prova em Janeiro, e por ter aberto o site 3 horas após a liberação do resultado só consegui vagas para Maio (haviam vagas em Março para os que se inscreveram imediatamente à liberação do resultado).

Caso você tenha conseguido somente uma data muito mais tarde, porém haja alguma desistência, você pode trocar para uma data mais cedo em caso de desistência de outro candidato, como eu consegui fazer (troquei minha prova do final de Maio para o começo de Abril). O problema é que você não pode visualizar as datas novamente caso não cancele a sua data marcada originalmente. Isso faz com que você precise que alguém ainda com acesso ao calendário diga para você que existem datas de desistências disponíveis. No meu caso simplesmente postei diversas vezes no grupo de International Medical Graduates do Facebook, até o dia que um membro me avisou do surgimento de uma destas vagas. Em alguns casos, algumas pessoas “vendem” essas disponibilidades, o que obviamente não é aconselhado para evitar cair em golpes que existem nessas situações.

Cursos preparatórios

Assim como o PLAB1, muito do que sabemos sobre a prova e como se preparar adequadamente vêm da experiência de provas pregressas, e se para o PLAB1 a realização de um curso preparatório não era necessária (somente em casos específicos como foi o meu caso LINK), para o PLAB2 é praticamente obrigatória.

Digo praticamente obrigatória porque acredito que seja possível sim realizar a prova sem esses cursos preparatórios, no entanto seria muito difícil e inconveniente. Apesar da prova não exigir muito tecnicamente (já que este é o objetivo do PLAB1), ela exige uma série de habilidades que não são tão naturais para nós, pelo simples fato de termos formado em outro país. Os cursos preparatórios cobram para nos oferecer um know how que poderíamos aprender sem os mesmos, no entanto o tempo necessário para recolher todas as informações para fazer a prova talvez não compense, principalmente se você tiver uma rotina atribulada no Brasil ainda trabalhando como médico (justamente para bancar todo esse processo que tende a ser bem dispendioso).

Hoje existem basicamente 4 cursos preparatórios disponíveis, em ordem de popularidade:

  • Commons Station, o curso mais antigo cujas aulas são todas ministradas pelo professor Dr Hamed (uma figura caricata quase folclórica na jornada de preparação para o PLAB); Duração: 15 dias Horário: 9-21 horas, sem hora de almoço pré-definidas. Preço: £590.
  • ASPIRE, curso relativamente novo criado em 2017 por um ex-aluno do Hamed. As aulas acontecem em Hounslow, próximo ao Heathrow. Este foi o curso que eu fiz, portanto o único que irei falar sobre especificamente (LINK); Duração: 12 dias; Horário: 9:30-19:00 com 1 hora de almoço Preço: £599 (£499 com um grupo de 5 pessoas, facil de encontrar nas comunidades do Facebook).
  • Swammy, curso que acontece em Manchester;
  • O Samson, outra figura bastante caricata que divide opiniões e ministra as aulas também em Londres.
Foto da minha turma do ASPIRE

Todos esses cursos oferecem uma base mais ou menos semelhante, uma rotina intensiva com 12-15 dias de aulas com 10 horas de duração (incluindo os intervalos) entre 9-19h (sem pausas, incluindo finais de semana). É uma rotina bastante cansativa, mas talvez não exista outra forma uma vez que o conteúdo é bastante extenso e com pausas a duração total seria ainda maior.
Nas aulas ministradas, os professores dão a base teórica e ao mesmo tempo realizam as simulações das estações práticas. Todos seguem uma rotina mais ou menos semelhante, falando sobre o assunto e ao mesmo tempo convidando alunos para realizar as simulações na frente da turma e posteriormente oferecendo o feedback, realizando as correções em conjunto com a turma. É uma excelente oportunidade para perder a vergonha, soltar o inglês, e chegar no dia da prova mais tranquilo. E talvez esse seja o maior benefício do curso, preparar você para chegar tranquilo no dia da prova, uma vez que em provas práticas o nervosismo geralmente seja o maior problema e não a falta de conhecimento.

Após pesquisar bastante, a conclusão geral é que a escolha do curso não irá definir o resultado da sua prova. Acredito que a escolha hoje em dia é geralmente entre as duas primeiras opções, o Commons Stations e o ASPIRE. A decisão entre esses dois vai depender da sua preferência pessoal, uma vez que cada um dos dois tem uma proposta um pouco diferente. 

O dia da prova

Como dito anteriormente, a prova consiste em 20 estações totais de 10 minutos cada, sendo 2 estações de descanso distribuídas aleatoriamente durante a prova. No ínicio cada candidato recebe um número indicando em que estação você começará a prova, e posteriormente vai seguindo em ordem crescente até finalizar todas as estações. Ao início você tem 2 minutos para ler a taskque indica o que você precisa saber antes de entrar na sala. Essa descrição indica mais ou menos como será a estação, se você está na emergencia ou no GP, e se você irá tratar com o paciente, um familiar de paciente, ou outro colega médico. Dentro da sala estará o examinador que vai te avaliar e um ator.

Nesta seção eu havia inserido maiores detalhes sobre a realização da prova. Para aqueles interessados, favor contactar por e-mail. Decido por retirar a informação deste site para evitar possíveis consequências.

Pontuação e Aprovação

Cada estação possui uma pontuação máxima de 12 pontos, sendo pontuação máxima é de 216 pontos. A nota mínima para ser aprovada na prova é realizada de acordo com a average score daquele dia. Ao contrário do PLAB1 onde não existe um número máximo de aprovados, no PLAB2 existe um limite de aprovados. Portanto para passar você precisa tirar acima da média daquele dia. Além disso você deve ser aprovado em um mínimo de 11 das 18 estações, sendo o corte de aprovação definido como a nota média daquele dia. A nota de corte de uma prova realizada anteriormente foi de 115.
Em geral as estações mais difíceis possuem uma nota de corte mais baixa para passar, o que pode ser uma coisa boa. Nós brasileiros, em geral, por termos maior experiência em conversa com pacientes e lidar bem com o lado pessoal, somos bem pontuados por conta do Interperssonal Skills. Isso também estará diretamente associado com a sua habilidade em falar inglês com naturalidade. Além disso, acredito que temos uma formação técnica muito boa no Brasil, e por isso não passamos muito sufoco no Management. Assim, em geral, nós brasileiros temos tido bons resultados no PLAB2.

Nível de dificuldade

O PLAB2 envolve situações que iremos comumente encontrar como médicos no NHS. Atender um paciente com cefaleia na emergência, aconselhar uma adolescente sobre o uso de contraceptivos, confrontar um colega com história de alcoolismo, saber pegar um acesso venoso, etc. Portanto de certa forma a prova e o curso preparatório é uma forma boa de já entender como funciona o sistema do NHS.
A intenção do PLAB2 não é medir o seu nível de conhecimento, isso é feito no PLAB1 e no reconhecimento da sua universidade. O PLAB2 é uma prova que mede mais a sua capacidade de colher uma boa história, realizar os procedimentos básicos, e sua capacidade de se relacionar com os pacientes e colegas de trabalho. Por essa razão para nós essa é uma prova muito boa, visto que muitos de nós já temos algum traquejo que está associado à cultura brasileira e a nossa experiência médica no Brasil. Alguns médicos de outros países com uma cultura mais rígida e paternalista sofrem dificuldade por terem que se adaptar a um sistema mais humano como o do Reino Unido. No nosso caso é justamente o contrário, visto que nós temos muito mais costume em lidar com as questões pessoais que os britânicos.
Portanto tendo você entendido como colher uma historia clínica de forma adequada, como lidar com as questões pessoais do paciente (explicando de forma clara e adequada, reconhecendo as suas frustrações e etc), na parte do management em geral discutimos os exames que serão realizados (de imagem e de laboratório), os serviços que iremos referenciar o paciente (p. ex: serviço social, ambulatório de especialidade, interconsulta com psiquiatria). Em geral não é cobrado o nome especifico de medicações em tratamentos mais específicos, ou que citemos as doses das drogas, especificamente os laboratoriais que solicitaremos (como titulações de anticorpos ou marcadores específicos).
Por essa razão o PLAB2 é uma prova tecnicamente de nível médio-difícil. No entanto requer uma preparação bem organizada, visto que é uma prova extensa, com uma série de situações possíveis, que irá cobrar de você algumas habilidades que talvez não venham naturalmente. A relativa facilidade técnica na realidade está associada, na minha opnião, a nossa formação brasileira que é bastante completa e muito boa quando comparada a qualquer lugar no mundo.

Tempo necessário de preparação

Em geral não é necessário estudo prévio para o PLAB2, sendo esse tudo o que você apreendeu durante a sua formação médica. Tudo que você precisará de conhecimento especifico você receberá nas academies onde realizamos o curso preparatório. Lá você receberá o material assim como será ensinado o know-how do teste.
É consenso que a parte mais importante da preparação é após as academies, quando você irá praticar com outras pessoas que também realizaram o curso as estações. É a melhor forma de aprender, visto que a prova consiste em habilidades práticas, e a forma mais efetiva de aprender é realmente encenando as práticas com outros colegas que irão te dar o feedback necessário. Portanto o tempo total de preparação, que você terá que realizar mantendo-se no Reino Unido (já que o curso e as provas são toads feitas no Reino Unido) envolve o tempo das academies + tempo de preparação “pós-curso”.

Se você procurar nos outros sites sobre a revalidação médica para o UK (Omar Guidelines, Naseers Journey) você verá que a recomendação é de no mínimo 3 semanas pós o curso, com tempo ideal de 6 semanas. Novamente, estas recomendações foram realizadas por estes médicos que envolvem um público majoritariamente formados em universidades do oriente médio, Ásia e África.
Pessoalmente, eu acredito que nós brasileiros temos uma formação bastante semelhante ao EUA e UK. Por esta razão, considerando ainda os custos associados a manter-se no UK com aluguel e etc., acredito que o tempo ideal para preparação seja de 12 dias de curso + 3 semanas pós curso. Com uma preparação adequada talvez 2 semanas pós-curso também sejam suficientes, e não recomendaria somente 1 semana pós-curso.
A decisão sobre quanto tempo após o curso você irá reservar para a prova irá depender muito da realidade e das possibilidades de cada um. Recomendo somente que tente separar um período que te permita ler as estações novamente, ler as anotações que voce realizou durante o curso, e um período razoável para pratica. Em geral, separar 4-5 dias na semana, revisando por volta de 10-12 estações por dia já seja suficiente. Novamente, a estrutura de estudo dependerá de cada um, sendo essa somente uma sugestão genérica baseada nas experiencias anteriores. Uma vez fazendo o curso você terá uma ideia melhor sobre o que será necessário para você.

Considerações

O PLAB2 não é uma prova difícil, no entanto requer uma dedicação intensa durante um período. Infelizmente, isso pode corresponder a um custo grande se você considerar os custos diretos (prova + curso + aluguel em Londres) somados aos custos indiretos (tempo que não estará trabalhando no Brasil). Se você trabalhar muito no Brasil esses custos podem ser muito altos, uma pessoa que dá 20 plantões no mês no Brasil terá um prejuízo muito grande.
Ainda assim, uma coisa simples a se considerar é que se o seu plano é revalidar para o Reino Unido o dinheiro não deveria ser um problema. Novamente, se o seu objetivo maior for o financeiro, talvez ir morar no Reino Unido não seja uma boa ideia. Na realidade, me sinto muito grato por poder pagar por todos esses custos necessários com o que ganho como médico no Brasil.
Outra coisa muito interessante é que tanto a preparação para o PLAB2, que irá te colocar encenando situações corriqueiras do NHS (confirmadas por pessoas que trabalham no NHS, documentários disponíveis que mostram a realidade do NHS), quanto o tempo que você precisa passar no UK para fazer a prova, irá te colocar em contato maior com a realidade que você pretende morar no futuro. Pessoalmente, o período que passei fazendo essas provas foram muito positivos para a minha decisão final, e consolidou o que já vinha decidindo há anos.
Na realidade, escrevo esse texto dentro de um trem aqui no Reino Unido, me preparando para o PLAB2 que farei daqui há aproxamidamente 1 mês.

OBS: A critério de curiosidade, posteriormente recebi o resultado positivo do PLAB2, tendo sido aprovado em 17 das 18 estações! (:

Essa imagem tem um atributo alt vazio; o nome do arquivo é cropped-Revalidação-UK2.jpg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.